background image

Estudo de Caso da Generac

Saiba como esse fabricante reduziu seus gastos globais com frete em milhões.

A Generac atende ao rápido crescimento com visibilidade global da cadeia de suprimentos

Com a Generac emitindo seu IPO em 2010, criou-se um terreno muito favorável ao crescimento da empresa de US$ 588 milhões para quase US$ 1,5 bilhão em vendas, permitindo aquisições tanto no mercado interno quanto no externo. O crescimento extremamente rápido pode oferecer excelente compensação, mas também alguns desafios. A Generac viu a oportunidade de analisar sua cadeia de suprimentos global e identificar novas eficiências para possibilitar a próxima etapa de crescimento.

Quando Alan Rowlett Jr. ingressou na Generac como diretor de logística no início de 2016, a empresa selecionou a SAP para ser seu novo sistema de Planejamento de Recursos Empresariais (ERP). Estava em progresso a conexão das empresas recém-adquiridas à SAP, mas a funcionalidade atual do sistema de gerenciamento de transporte (TMS) precisava de um impulso para suportar a crescente demanda logística da empresa. A Generac tinha o objetivo de entender melhor seus gastos gerais com transporte em uma infinidade de transportadoras e identificar eficiências potenciais.

Para ajudar a alcançar os objetivos e as soluções potenciais, Rowlett intensificou o relacionamento que a empresa tinha com a C.H. Robinson. Ao longo de anos trabalhando juntos, a Generac e a C.H. Robinson desenvolveram uma forte colaboração na América do Norte. As duas equipes se reuniram para discutir a oportunidade futura e as opções que poderiam dar à Generac o máximo em alavancagem e flexibilidade de mercado. “Logo ficou claro que a Generac tinha a oportunidade de inovar e capturar eficiências”, disse Tom Hawkins, Gerente-geral da C.H. Robinson. “A liderança e o foco da Generac em melhorar sua cadeia de suprimentos e, ao mesmo tempo, favorecer o crescimento sem precedentes, foi inteligente e equilibrada com o uso dessa abordagem que muitas vezes é esquecida à medida que as empresas experimentam tal crescimento".

 

Visibilidade da Cadeia de Suprimentos: Um Imperativo para o Sucesso

A decisão mais impactante que a Generac tomou foi integrar seu ERP à plataforma de TMS global Navisphere® da C.H. Robinson. Além de lidar com transações EDI, a implementação do Navisphere ajudou a Generac a padronizar as operações em linhas de negócios e regiões geográficas e obter visibilidade de remessa em vários idiomas, regiões e modos.

A Generac trabalhou com a TMC, uma divisão da C.H. Robinson, para automatizar processos usando o Navisphere. Rowlett disse: “Ficamos confortáveis com as soluções da TMC, pois elas implementam processos para algumas das maiores organizações do mundo”. Hoje, a Generac usa o Navisphere para gerenciar sua cadeia de suprimentos complexa e robusta que atende milhares de clientes. A tecnologia permite que a empresa otimize as remessas, selecione o melhor modo e experimente visibilidade quase em tempo real em todo o mundo.

Os fornecedores se comunicam com a Generac usando uma variedade de métodos, incluindo EDI, entrada de pedidos on-line, chamadas telefônicas e e-mails em vários idiomas. Os fornecedores percebem a vantagem de não serem limitados por intervalos fixos de entrega ou método ou linguagem de interação. À medida que novos fornecedores entram no sistema, as informações fluem por meio de um sistema com o mesmo rastreamento — aspectos que dão a Rowlett confiança em suas operações. “Costumava ser complicado garantir as informações aos nossos fornecedores; agora, é uma única chamada. Na verdade, muitos deles procuram a C.H. Robinson diretamente, economizando o tempo da minha equipe.”

A Generac trabalhou com a C.H. Robinson para identificar as principais métricas de sucesso e relatórios acionáveis que permitem a melhoria contínua. Além de ter apoio substancial para suas cadeias de suprimentos hoje, a Generac está de olho em aproveitar os recursos de API do Navisphere no futuro para os departamentos de logística e compras.

A confiabilidade desempenha um papel importante nos prêmios de frete da Generac para a C.H. Robinson. A maioria das entradas entre a empresa e seus fornecedores e clientes agora é direcionada pelo Navisphere e está diretamente conectada ao ERP da Generac. Como diz Rowlett, “Isso não é tão comum quanto você pensaria, independentemente do que as pessoas possam dizer. Mas podemos ver atualizações em algumas de nossas remessas intermodais até o marcador de milhas. É um nível de entendimento completamente diferente”.

O aumento da visibilidade não apenas dá à equipe de logística da Generac as informações de que a empresa precisa para realizar as operações com eficácia, mas esse recurso também oferece informações para discussões e entendimentos mais profundos em toda a organização. “A visibilidade global fornece uma estrutura comum para mergulhar nos detalhes”, disse Rowlett. “Esse tipo de visibilidade permite um diálogo diferente e mais profundo sobre nossa cadeia de suprimentos como um todo e como podemos usá-la a nosso favor”.

 

Melhorias nos Transportes: Oportunidades de Economia de Custos

A Generac também tinha o objetivo de melhorar a eficiência, reduzir custos e melhorar a flexibilidade do serviço dentro do departamento de transporte da empresa.

Ao analisar as operações, surgiu a oportunidade de transportar cargas em contêineres da Costa Oeste para Chicago e outros lutares. Aproveitando a experiência da C.H. Robinson em agenciamento global, a Generac consegue integrar as áreas marítimas, portuárias e os trechos domésticos de transporte com contêineres de 40'. Os contêineres são movidos para um depósito gerenciado pela C.H. Robinson e consolidados em contêineres intermodais de 53'. Essa solução reduz o número de contêineres necessários para transportar os produtos pelos Estados Unidos sem sacrificar o tempo. A Generac reduziu seu frete interno em contêineres em quase 33% e reduziu os custos com a implementação desta solução.

“Ter nosso frete descarregado do contêiner próximo ao porto nos deu uma enorme flexibilidade”, explica Rowlett. “Se os compradores precisam de suas remessas aceleradas, o frete já está em terra. Ele pode ir para a estrada e pode ser acelerado. Nossa equipe de compras aproveita essa flexibilidade quando necessário”.

Uma Base Sólida para o Próximo Estágio de Crescimento

Rowlett vê a colaboração com a C.H. Robinson como apenas o começo. Em 2016, a Generac conectou a SAP ao Navisphere, otimizou as remessas em todos os modos e criou novas eficiências na cadeia de suprimentos global. A empresa inteira avança com um modelo operacional que pode acompanhar seu crescimento.

A Generac confia e aprecia a capacidade de colaborar com a C.H. Robinson para desenvolver soluções globais de cadeia de suprimentos, revisar análises e recomendações e apoiar a implementação de novos processos. Em última análise, as empresas trabalham juntas para melhorar as operações da Generac na América do Norte e em todo o mundo.

Rowlett afirmou: “O grupo da C.H. Robinson que dá suporte à Generac é excepcional. Fazemos perguntas e rapidamente temos uma resposta — boas informações que vêm de uma posição de experiência. As equipes da C.H. Robinson e da TMC trouxeram ideias novas e inovadoras para discussão. Eles não falam que uma coisa não pode ser feita. Eles trazem as pessoas certas porque, tanto quanto nós, eles desejam nosso sucesso".



Para saber mais sobre a Generac, visite o site aqui. Para saber mais sobre a C.H. Robinson, assista ao nosso vídeo, ligue para 800-323-7587 ou fale com um especialista. Para mais informações sobre a TMC, uma divisão da C.H. Robinson, clique aqui.

Desafio

A Generac passou por um período de rápido crescimento pós-IPO, adquirindo empresas em todo o mundo. Eles precisavam renovar sua cadeia de suprimentos global e integrar as operações o mais rápido possível.

Solução

A Generac e a C.H. Robinson desenvolveram colaborativamente uma solução abrangente de cadeia de suprimentos global. A solução incorporou transporte rodoviário, marítimo, aéreo, despacho aduaneiro, serviços portuários e gerenciamento de dados, tudo com visibilidade total.

Resultados

  • Redução das despesas internacionais de entrada em 9% e despesas com frete em contêineres em 14%
  • Aumentos de preços neutralizados, apesar de uma mudança no FSC de 18,7% para 22% em 2016
  • Frete em contêineres reduzido em 33% de LA Long Beach para Whitewater, WI
  • Redução multimilionária nos gastos globais com frete

A liderança e o foco da Generac em melhorar sua cadeia de suprimentos e, ao mesmo tempo, facilitar um crescimento sem precedentes foram inteligentes e equilibrados e uma abordagem que muitas vezes é negligenciada à medida que as empresas experimentam esse crescimento".

- TOM HAWKINS
GERENTE GERAL, C.H. ROBINSON

[As equipes da C.H. Robinson e da TMC] não dizem que não pode ser feito. Eles trazem as pessoas certas porque querem, tanto quanto nós, que tenhamos sucesso".

- ALAN ROWLETT JR.
DIRETOR DE LOGÍSTICA, GENERAC