background image

Estudo de caso Teradyne

Essa empresa de tecnologia aumentou seu volume de frete enquanto reduziu custos simultaneamente

teradyne-logo

Melhorando a eficiência da cadeia de suprimentos

O Teradyne Group é um fornecedor líder em equipamento de automação para teste e aplicações industriais. Os produto Automated Test Equipment (ATE) da empresa são usados para testar semicondutores, produtos sem fio, armazenamento de dados e sistemas eletrônicos complexos para consumidores, comunicações, industriais e clientes governamentais. Em 2017, Teradyne teve rendimentos de $2.1 bilhões e empregou 4.500 de pessoas.

Balanceando custos logísticos e tempos em trânsito

Central para a reputação da empresa — e para sua competitividade no mercado — é conseguir o menor tempo para lançamento no mercado e fazer com que o produto chegue em boa condição, o que pode ser desafiador com frete superimensionado.

Quando Kendrick Ng, Logística Global, uniu-se a Teradyne em 203, a divisão ATE teve um programa de fusão em trânsito apoiado pela C.H. Robinson. O programa simplificou o manuseio de caixas superdimensionadas de equipamentos da empresa e tornou mais fácil gerenciar capacidade e tempos de trânsito enquanto minimizava danos. Naquela época, os componentes de equipamento dos EUA e China eram transportados pelo ar por Taiwan e outras localizações e então combinadas em um único caminhão para entrega final.

Trabalhando juntos, a Teradyne e a C.H. Robinson identificaram oportunidades para continuar fortalecendo a estratégia da cadeia de suprimentos. Ng disse: “É parte do DNA da Teradyne olhar custos, balanceados contra tempos de trânsito e levar o produto para seu destino em boas condições. Nós queremos evitar custos desnecessários e fazer as coisas cada vez melhores."

Com uma quantidade significante de equipamento sendo entregue sob demanda por via aérea, Ng queria fornecer mais visibilidade internamente para as implicações de custo associadas ao frete aéreo. Ng disse, "O frete aéreo é pesado em carbono, ineficiente e caro. Nós teríamos que melhorar nosso entendimento do que as várias divisões necessitariam para tempos de trânsito e então começar a aconselhar quais meios seriam mais efetivos."

Refinando a fusão no programa de trânsito e reduzindo a dependência do transporte aéreo , Ng acreditava que a Teradyne poderia aumentar a eficiência e ainda mais reduzir custos da cadeia de suprimentos. Ng disse: “Para que nosso programa funcione eficientemente, nós precisaríamos de tempos de trânsito consistentes, tanto para o frete superdimensionado quanto para os produtos que precisávamos fornecer de forma consistente.”

Juntas, a Teradyne e a C.H. Robinson desenvolveram um plano confiável que reduziria significantemente a quantidade de frete aéreo necessária e ainda manteria um ambiente rápido de colocação no mercado. Agora, a C.H. Robinson trabalha para garantir que os tempos de trânsito no oceâno sejam consistentes e que o frete chegue em tempo através da união do programa de trânsito para atender as necessidades dos clientes. "A equipe da C.H. Robinson suaviza os problemas rapidamente e monitora os envios," disse Ng. "Eles colaboram com as partes interessadas e vendedores para que tudo seja unido adequadamente na armazenagem. Eles colocam atenção em todos os detalhes e mantém a integridade da solução, mesmo quando as alianças dos transportadores marítimos mudam."

Os benefícios tiveram um impacto rápido. Ng disse: “Todos os anos, apenas ao mover envios do ar para o oceano, economizamos uma quantidade significativa de dinheiro . Além disso, nosso planejamento leva seis semanas, o que requer integridade de programação altamente consistente. Podemos armazenar estoque, mas a maioria é flutuante, então não temos que pagar por armazenamento adicional em Los Angeles ou Taiwan.” Ao manter o inventário em trânsito, a Teradyne fornece aos clientes uma entrega única e completa. Além disso, enquanto componentes separados são tributáveis quando importados, componentes que são unidos em trânsito podem ser liberados como um "sistema" sem taxas, aumentando a economia da empresa.

"A Teradyne sempre teve uma abordagem forte em sua cadeia de suprimentos," disse Stream Xi, gerente de contas da C.H. Robinson. "No entanto, eles tem provado que investimentos continuos em melhorias e identificar maneiras novas e inovadoras de melhorar a cadeia de suprimentos pode ter um impacto real."

Gerenciamento de exceções

Alé de identificar oportunidades para aproveitar meios de entrega econômicos, Ng também percebeu que haviam oportunidades de melhorar como exceções eram gerenciadas. Alguns equipamentos são entregues como caixas com quatro etiquetas que detectam danos em potencial. Se os relógios choque são disparados no momento em que o equipamento chega a Taiwan, o produto deve retornar aos EUA para exame. Para tal, a Teradyne afiliza o equipamento a um custo maior para garantir que ele chegue a tempo para ser consolidado.

Após investigação, no entanto, muitas autorias físicas mostraram que às vezes, nenhum impacto interno no equipamento ocorreu. A equipe de qualidade na Teradyne concordou com nova etiquetagem em situações desse tipo. A C.H. Robinson agora checa danos externos no armazém de Taiwan, comunica seus achados e obtém a autorização da Teradyne para mudar as etiquetas se o equipamento é determinado como intacto. Isso protege a reputação da Teradyne em qualidade e elimina a inconveniência e o custo de entrega do equipamento aos EUA para verificações desnecessárias.

Desafio

A Teradyne é um fornecedor líder de equipamentos de automação para testes e aplicações industriais. Neste setor, ter o menor tempo de lançamento no mercado é fundamental. A Teradyne deve equilibrar continuamente os custos logísticos em relação aos tempos de trânsito rápidos, garantindo que o produto chegue em boas condições.

Solução

A Teradyne tem uma estratégia robusta para cadeia de suprimentos que inclui um programa de fusão de trânsito. A C.H. Robinson ajuda a apoiar essa estratégia, planejando e enviando componentes de grandes dimensões e just in time (JIT), consolidando pedidos em Taiwan antes do envio para os destinos finais.

Resultado

Ao alavancar sua estratégia, a Teradyne foi capaz de melhorar seu volume de frete nos últimos quatro anos de 8 milhões de kgs para 12 milhões de kgs, enquanto reduziu custos significantemente durante o mesmo período de tempo.

[The C.H. Robinson team] provides value in their initiatives and their collaboration with us, as well as in their ongoing efforts to drive down costs.

- KENDRICK NG
GLOBAL LOGISTICS,
TERADYNE

Os benefícios de um relacionamento global

A relação entre a Teradyne e a C.H. Robinson continua a crescer. “Muitas iniciativas são orientadas por custos”, explicou Ng. “Se a assistência dos escritórios da C.H. Robinson nos EUA, Europa ou Ásia for necessária, nossa equipe local de Xangai lida com a comunicação”. A C.H. Robinson desenvolveu um entendimento dos negócios da Teradyne e entende quando os envios se movem, como elas são encaminhadas e como alocar custos. Os requisitos podem ser dinâmicos e flexíveis, mas com os procedimentos operacionais padrão estabelecidos, a equipe é capaz de antecipar o que Teradyne necessita.

“A C.H. Robinson fornece valor real. A equipe estpa sempre procurando maneiras de reduzir custos, mesmo se os envios precisam ser transportados por frete aéreo. Sempre que a C.H. Robinson pode reduzir os custos dos próprios fornecedores, eles passam a economia para nós”, disse Ng. “Ela fornece valor nas iniciativas e na colaboração conosco, bem como em nos esforços contínuos para reduzir custos.”

Para desenvolver um relacionamento sustentável e de longo prazo, Ng acredita que os remetentes e seus fornecedores precisam compartilhar os 3C's: comunicação (compartilhar e alinhar a estratégia), colaboração (benefício compartilhado, também conhecido como ganha-ganha) e compromisso (risco compartilhado olhando para futuros investimentos e benefícios).

Para saber mais sobre a Teradyne, visite seu site aqui

Para saber mais sobre a C.H. Robinson, ligue para 800-323-7587 ou fale com um especialista.

Para que nosso programa [de união em trânsito] funcione efetivamente,  precisaríamos de tempos de trânsito consistentes ,  tanto para frete  superdimensionado  quanto para os produtos  que precisávamos fornecer de forma consistente.

- KENDRICK NG
LOGÍSTICA GLOBAL,
TERADYNE